Confirmado: prédio do antigo Cefam será cedido para instalação da FATEC em Adamantina
Nossa Lucélia - 17.05.2017


Secretário Estadual da Educação confirma prédio do antigo Cefam para FATEC


ADAMANTINA - Nesta terça-feira (16), em reunião com o Secretário Estadual da Educação, José Renato Nalini, em São Paulo, o prefeito Márcio Cardim obteve a confirmação da cessão do prédio do antigo Cefam, no Jardim Brasil, para a instalação e início de funcionamento da FATEC.

Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Adamantina, o encontro de hoje foi agendado pelo ex-deputado Mauro Bragato. “Demos um importante passo para a efetiva instalação da FATEC em Adamantina, novela que se arrasta desde 2013”, disse o prefeito Márcio Cardim, por meio da assessoria.

O sinal verde para uso do prédio, para a instalação da FATEC, foi dado no começo de março deste ano por um técnico do Centro Paula Souza, que esteve no local, e aprovou as instalações. Agora, com a confirmação dada pelo Secretário da Educação, começam as tratativas burocráticas para consolidar a utilização do espaço.

O prédio do antigo Cefam abriga hoje um centro de capacitação da Diretoria Regional de Ensino de Adamantina, órgão da Secretaria Estadual da Educação. A estrutura será abrigada em outro espaço, sem prejuízo às suas atividades.

DRAMA - A FATEC de Adamantina foi anunciada em 2011, na gestão do então prefeito Kiko Micheloni, pelo governador Geraldo Alckmin. Em 2012, por ser ano eleitoral, não foi possível fazer a doação da área ao lado do terminal rodoviário (destinada hoje à instalação de parques e circos), para a construção da FATEC. O novo prédio receberia investimento em torno de R$ 20 milhões.

Já em 2013, então prefeito Ivo Santos não validou a proposta inicial e tentou levar a FATEC para outras duas áreas, uma na zona rural, às margens da SP-294, que teria sido doada por um agropecuarista, sem sucesso. Depois uma nova tentativa frustrada de Ivo Santos, em levar a FATEC para o prolongamento da avenida Rio Branco, após o Jardim Adamantina, também sem sucesso.

Esse jogo, alimentado por diversos interesses e especulação, e sob o argumento de forçar a expansão urbana para essas regiões, travou a vinda da FATEC a Adamantina, que já era para estar em funcionamento e formando sua primeira turma, além de contar com instalações próprias, com dois prédios, de pavimento térreo e mais dois andares, ao lado do terminal rodoviário.

O atraso, por conta da conduta do então prefeito Ivo Santos atrasou o sonho dos adamantinenses em ter a FATEC em Adamantina e fez o município perder o investimento que poderia chegar a R$ 20 milhões com a obra, o que agora é uma hipótese descartada, diante da crise financeira vivida pelo governo estadual.

O caminho, para garantir a FATEC para a cidade, é abriga-la em um espaço que não exija investimentos. E nesse desafio, a saída encontrada pelo prefeito Márcio Cardim foi sinalizar a possibilidade de instalação da Faculdade no antigo CEFAM, agora com sinal verde do Centro Paula Souza.


Fonte: Do Sigamais

Voltar para Home de Notícias


Copyright 2000 / 2017 - All rights reserved.
Contact: Amaury Teixeira Powered by www.nossalucelia.com.br
Lucélia - A Capital da Amizade
O primeiro município da Nova Alta Paulista